FIERN apresenta novas instalações do ISI-ER e estrutura do Hub de Inovação e Tecnologia

6/11/2020   15h14

 

O Sistema FIERN apresentou, nesta sexta-feira (06), à Diretoria e presidentes de Sindicatos filiados, as novas instalações e laboratórios do Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER), com ênfase no túnel de vento, laboratórios de Tecnologias para Energia Solar, de Sustentabilidade e Compósitos. Além do novo conceito e estrutura que o espaço – que já abriga o ISI-ER e o Centro de Tecnologia do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER) – ganhará com a instalação do HIT – o Hub de Inovação e Tecnologia em Energias Renováveis e Gás.

 

Com uma proposta inovadora e a excelência já reconhecida nacionalmente, o HIT irá integrar um ecossistema de inovação e tecnologia em energias e gás pioneiro no país, que irá atender a indústria do Rio Grande do Norte e do Brasil.

 

Quando for inaugurado, o Hub de Tecnologia e Informação em Energias Renováveis e Tecnologia do Gás irá agregar, além do ISI-ER e CTGAS-ER, o Habitat de Inovação de empresas de grande porte, a Incubadora SENAI de empresas e startups, um Cowork  e área para eventos de inovação, além de dispor de serviços e produtos do Sistema FIERN – SESI, SENAI E IEL – que passarão a funcionar no espaço. E a instalação da Faculdade de Energias Renováveis e Tecnologias Industriais (FAETI), que aguarda autorização do Ministério da Educação para funcionar com oferta de seis cursos de graduação e seis de pós-graduação.

 

 

O presidente do Sistema FIERN, Amaro Sales de Araújo, destacou o pioneirismo do HIT no país e lembrou o esforço e empenho na reformulação e melhorias não apenas das instalações, como também do conceito, apesar das reduções de orçamento do Sistema S e dos efeitos da pandemia de Covid-19.

 

“O mercado de energias é dinâmico e a evolução das tecnologias avança de forma rápida e  requer capacitação profissional, pesquisa e inovação para acompanhar. E temos laboratórios únicos no mundo e equipe de profissionais altamente qualificadas, além de equipamentos aqui desenvolvidos, aperfeiçoados e adequados, ou seja, tropicalizados para atender a necessidade da indústria nacional”, frisou Amaro Sales.

 

O presidente da FIERN também ressaltou a trajetória do CTGAS-ER na qualificação profissional e desenvolvimento pesquisa e tecnologia nas áreas de petróleo e gás, energias eólica e solar fotovoltaica. A inovação, lembra ele, é um dos pilares apontados no Mais RN, “O MAIS RN é um programa elaborado pela FIERN e entregue ao Rio Grande do Norte. Muitos já buscam como fonte de informações para investimentos, conhecimento de potencialidades e para estruturação de políticas públicas de desenvolvimento social do RN”, destacou.

 

Rodrigo Mello, diretor executivo do ISI-ER e CTGAS-ER, explicou que o Hub abrigará toda a estrutura e diversidade de serviços e produtos voltados a inovação do setor ampliando a capacidade de atrair empresas e instituições. Com as mudanças, a estimativa é receber mais de 1.5 mil pessoas por dia em circulação.

 

“Teremos um habitat para atrair grandes empresas, além de captar pequenas empresas e startups, cowork e estimular a cadeia de eventos, com espaços para congressos, webinários, visitas à empresas incubadas, ao Centro, além dos serviços das casas do Sistema FIERN e do nosso Centro e Instituto. Por tudo isso, estamos mudando a forma de se comunicar com a sociedade e a indústria que será de hub de inovação e tecnologia, o Hit”, disse Mello.

 

Diretores da FIERN visitam instalações do ISI-ER

Os diretores do Sistema FIERN visitaram as instalações do Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) no Hit de Inovação e Tecnologia. Na ocasião, conheceram os laboratórios, equipamentos, espaços de incubadoras e escritórios nos quais estarão os pesquisadores das empresas parceiras e das demais instituições que também terão representantes para desenvolvimento de projetos no local onde vai funcionar o hub para programas e ações inovadoras.

 

Participaram da visita os diretores e presidentes de Sindicatos Roberto Serquiz, Heyder Dantas, José Garcia Nóbrega Djalma Barbosa, Airton Torres, Edilson Trindade, Ednaldo Barreto, Francisco Vilmar, Gabriel Calvazara, Ivanaldo Maia, Marcelo Rosado e Mário Tavares, Heuler Matos e Juviano Martins.

 

O laboratório de Túnel de Vento é o único do país customizado para o setor de energia renovável. O diretor do Hit de Inovação, Rodrigo Mello, explicou que um túnel de vento possibilita a simulação do comportamento de movimento do ar em relação a diversos tipos de estruturas — como prédios, pontes, plataformas de petróleo e aerogeradores —, com o objetivo de observar o escoamento do fluido e as aerodinâmicas envolvidas, de modo a validar os modelos de carga ou modelos fluidodinâmicos. No país, há equipamentos semelhantes, mas este é o único que está preparado para calibrar estruturas utilizadas na energia eólica.

 

 

Um dos equipamentos mostrados foi o microscópico eletrônico de varredura, único no Brasil, que produz imagens de altíssima resolução para análise de matérias. O aparelho tem capacidade de aumento em mais de 80 mil vezes em relação a um microscópico eletrônico comum.

 

Uma das plantas que se destacou na visita foi a de gás sintético. Este tipo de estrutura para desenvolvimento de combustíveis está disponível, além da instalada no ISI de Energia Renovável do SENAI, existe apenas na Alemanha, Suécia, China e Espanha. Os técnicos que desenvolvem os projetos de pesquisa na unidade explicaram que, com a disponibilidade do equipamento, está em desenvolvimento uma pesquisa para produzir querosene de aviação a partir da glicerina.

 

 

Rodrigo Mello, ao longo da visita, informou que algumas estruturas estão em instalação, como uma torre de dois metros para treinamento em segurança, uma área na qual o CTGAS-ER já se destaca como referência.   “A visita mostrou o avanço do Hit de Inovação e Tecnologia em Energias Renováveis e do Gás, que tem buscado e firmado parcerias com grandes empresas e instituições, algumas que são as principais dos seus setores do mundo”, destacou Amaro Sales, presidente da FIERN, durante a visita.

 

Também foram visitados os laboratórios de recirculação química, de micro reatores, ensaios e compostos, medição de vazão de gás – que também é referência nacional – e de segurança. Os laboratórios de Aerodinâmica, Materiais Compósitos, Energia Solar, Energia Eólica, Máquinas de ensaios de fadiga, Cortadora por jato d’água, Sistema de medição de ruídos de aerogeradores, Sistema de afundamento de tensão de aerogeradores, Sistema de medição de cargas mecânicas e o Sistema de medição de qualidade de energia.

 

Diretores da FIERN destacam excelência do HUB

Os diretores da FIERN destacaram que, com o hub, a indústria tem um ambiente propício para desenvolver soluções inovadoras e, com isso, obter ganhos de produtividade e competitividade. Eles apontaram também que a disponibilidade de pesquisadores, laboratórios, equipamentos de ponta e a atração de grandes empresas para a hub será uma contribuição para a retomada do setor de gás, petróleo e a expansão do segmento de energias renováveis no RN.

 

O empresário Francisco Vilmar Pereira, diretor da FIERN, disse que o Hit de Inovação vai garantir que o Estado continue como pioneiro em petróleo, gás e energias renováveis. “Com o ISI e o CTGÁS presentes do hub, e as parcerias, a excelência dos serviços prestados está garantida. Isso prova que estamos no caminho certo e vamos avançando nas melhorias para o crescimento econômico do Estado”, afirmou.

 

Diretor primeiro Tesoureiro da FIERN, Roberto Serquiz parabenizou a iniciativa e enalteceu que o Hit de Inovação que, segundo ele, é referência no país. “E o hub dá suporte a essa nova indústria que esta chegando ao Estado com a venda dos ativos da Petrobras, com novas demandas”, ressaltou.

 

Diretor de Inovação da FIERN, Djalma Barbosa Júnior ressaltou que para transformar e desenvolver uma sociedade é preciso inovar. “O ambiente neste hub é o mais propício para receber os atores do ecossistema de inovação. Esse Hit será referência no Brasil e poderá abranger ainda mais ações de inovação do Rio Grande do Norte” acrescentou.

 

Presidente do SINDIPESCA/RN, Gabriel Calzavara, disse que o Hit de Inovação é um estimulo aos empresários potiguares que, como a disponibilidade do centro, terão as condições para o desenvolvimento de projetos de inovação nas áreas em que o hub poderá garantir o suporte. “Importante essa cultura de tecnologia que faz a mudança necessária ao desenvolvimento. E esse Centro nos mostra que este avanço depende de iniciativas, porque a inteligência e os equipamentos estão aqui disponíveis. Esta cultura de inovação e tecnologia faz com que se vislumbre a possibilidade de enfrentar os problemas e crises com soluções mais criativas. E o hub mostra isso, que é possível transformar a realidade”, comentou.

 

Presidente do SIESAL, Airton Torres, disse os equipamentos, as instalações e os laboratórios do hub não ficam aquém a nenhum outro centro do mundo e está agora acessível à indústria do RN e de todo país. “Parabenizo pela a grandiosidade desse Centro pelo que é desenvolvido nesse espaço, que pode agregar em competitividade para o setor industrial e economia”, afirmou. Presidente do SIMETAL apontou que a tecnologia desenvolvida no local impressiona pela excelência.

 

O empresário Marcelo Rosado, vice- presidente do SINECIM, “essa estrutura do hit, ofertada pelo Sistema Indústria, vai permitir um suporte para que empresas possam desenvolver os diversos arranjos produtivos locais”.

 

Por Sara Vasconcelos e Aldemar Freire, Unicom/FIERN

Fotos: Anna Cláudia Costa

 

Skip to content
Chat Online!