SESI Escola Mossoró leva alunos para conhecer Mina de Scheelita em Currais Novos e Barragem Gargalheiras, em Acari/RN

23/06/2022   11h51

 

Os alunos do Novo Ensino Médio da SESI Escola Mossoró participaram esta semana de atividade de campo na mineração Tomaz Salustino, a maior mina de Scheelita da América do Sul que ainda se mantém ativa, em Currais Novos, e também à Barragem Gargalheiras, localizadas em Acari.

 

“A SESI Escola Mossoró propicia aos seus alunos educação diversificada e aprendizagem significativa por meio de estratégias metodológicas que associam o que é estudado em sala de aula com vivências como aulas de campo”, diz Karenine Medina, gerente de educação do SESI-RN.

 

Na oportunidade, os alunos conheceram como ocorre a exploração de uma mina, abordando os seus aspectos geológicos, físicos e as mutações naturais que ocorrem, e também visitaram a Barragem Gargalheiras, que traz consigo grande impacto econômico e social para a região do Seridó do Rio Grande do Norte.

 

Participaram da atividade 123 alunos das primeiras series Novo Ensino Médio. A ação foi parte da disciplina de Geografia, tendo como professor responsável Aryon Charlon Diniz Soares.

 

De acordo com o professor, por meio da aula de campo, os estudantes conseguiram relacionar os temas estudados em sala com o que ocorre fora dela. “A temática da aula de campo ocorreu no âmbito da exploração de minério, clima, relevo e paisagens rochosas presentes no Seridó do Rio Grande do Norte, conteúdos ministrados nas primeiras séries do Ensino Médio na SESI Escola Mossoró”, explica.

 

Além disso, durante a aula os alunos puderam usar o Labdisc para medição da temperatura, umidade relativa do ar, altitude e coordenadas geográficas. Um dos alvos principais da atividade foi levar os estudantes a compreender a paisagem cultural (a união de elementos naturais e construídos pelo homem na região de Currais Novos-RN e Acari-RN), entendendo as relações geográficas, sociais e econômicas que a estruturam.

 

Por meio da aula de campo, os alunos tornaram-se capazes de destacar a importância da atividade mineradora para a economia do Rio Grande do Norte; caracterizar a atividade turística no interior do Estado, mais especificamente no Seridó; explorar, a partir de uma vivência em campo, conteúdo específico da linguagem geográfica; e identificar as relações entre a cultura local e as atividades econômicas, o meio ambiente e a formação social.

 

Skip to content
Chat Online!